domingo, 1 de fevereiro de 2015

Resenha: Desejo À Meia-Noite - Lisa Kleypas - Editora Arqueiro



Desejo À Meia-Noite
Autora: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Categoria: Romance de Época
ISBN: 978-85-8041-149-2
272 páginas
1ª Edição - 2013


Sinopse


Após sofrer uma decepção amorosa, Amelia Hathaway perdeu as esperanças de se casar. Desde a morte dos pais, ela se dedica exclusivamente a cuidar dos quatro irmãos uma tarefa nada fácil, sobretudo porque Leo, o mais velho, anda desperdiçando dinheiro com mulheres, jogos e bebida. Certa noite, quando sai em busca de Leo pelos redutos boêmios de Londres, Amelia conhece Cam Rohan. Meio cigano, meio irlandês, Rohan é um homem difícil de se definir e, embora tenha ficado muito rico, nunca se acostumou com a vida na sociedade londrina. Apesar de não conseguirem esconder a imediata atração que sentem, Rohan e Amelia ficam aliviados com a perspectiva de nunca mais se encontrarem. Mas parece que o destino já traçou outros planos.
Quando se muda com a família para a propriedade recém-herdada em Hampshire, Amelia acredita que esse pode ser o início de uma vida melhor para os Hathaways. Mas não faz ideia de quantas dificuldades estão a sua espera. E a maior delas é o reencontro com o sedutor Rohan, que parece determinado a ajudá-la a resolver seus problemas. Agora a independente Amelia se verá dividida entre o orgulho e seus sentimentos.
Será que Rohan, um cigano que preza sua liberdade acima de tudo, estará disposto a abrir mão de suas raízes e se curvar à maior instituição de todos os tempos: o casamento?


Minhas Impressões


“Desejo À Meia-Noite” é um romance de época da autora Lisa Kleypas e o primeiro volume da série intitulada “Os Hathaways”. Ambientado em Londres, século XIX.

Amelia Hathaway é a mocinha da vez. Uma jovem de 26 anos que perdeu as esperanças de se casar após sofrer uma decepção amorosa. Amelia é corajosa, sensata, teimosa e muito responsável. Desde que seus pais morreram e ela perdeu as esperanças de se casar e se apaixonar que assumiu para si a tarefa de cuidar da família.

E assim conhecemos Amelia e a família Hathaway. Win, jovem e sensata, mas com a saúde muito debilitada após sofrer uma doença chamada escarlatina. Poppy, a irmã do meio, 19 anos, alegre e muito companheira das outras irmãs. Beatriz, a irmã mais nova, 15 anos, cheia de vida, travessa e gosta muito da companhia de bichos estranhos, como lagartixas. Leo, o irmão mais velho, herdeiro de um título e uma propriedade em Hampshire e que vive constantemente em problemas envolvendo bebida, dinheiro e mulheres.

Amelia conta também com a ajuda de Merripen. Ele é um jovem cigano que mora com a família Hathaway desde criança, quando os pais de Amelia o salvaram. Merripen é um pouco fechado, carrega com si alguns segredos de seu passado, mas ajuda a família Hathaway no que pode.

E é graças aos problemas causados por Leo que Amelia conhece Cam Rohan. Ele é um cigano mestiço bonito, exótico, rico, viril, impulsivo e que vive dividido entre a liberdade e costumes da vida cigana e o conforto e a estabilidade da vida na sociedade londrina.


"Rohan fitou-a, seus olhos escuros e felinos cobertos pelas sombras.
- Ficará mais segura se permanecer lá dentro.
-Conto com sua proteção ou não?
- Querida - disse ele com uma suavidade que abafou o ruído da multidão -, talvez seja de mim que a senhorita mais devesse se proteger." - Pág. 27


A atração entre Cam e Amelia é instantânea. Porém o relacionamento deles é super bem trabalhado pela autora durante toda a narrativa. As cenas que envolvem o casal são cheias de romantismo, sensualidade, paixão e até um pouco de briga, já que Amelia é muito teimosa e impetuosa. Cam apaixonado é muito ciumento, possessivo e carinhoso.




A autora criou uma história maravilhosa! A narrativa em 3º pessoa é leve, fluída e com um sofisticado toque de humor. E além de muito romance e cenas quentes de amor contamos com um pouco de drama, ação e uma pitada de sobrenatural. Eu gostei muito!

Outra coisa que foi muito bem trabalhada pela autora é o universo cigano. Conhecemos um pouco dos costumes ciganos, de seu vocabulário próprio e de suas lendas. Cam, apesar de meio cigano e meio Irlandês, é um homem que acredita em destino, em sorte e em lendas e maldições.

Personagens muito bem construídos e explorados, mesmo os secundários. Enredo bem detalhado. Você visualiza com facilidade os cenários, as carruagens e charretes, o campo, as roupas e mansões. Romance, magia e conflitos sociais. A autora conseguiu passar com facilidade o preconceito social que existia na época com pessoas de classes sociais diferentes, como, nesse livro, os ciganos.

A editora Arqueiro arrasou em seus romances de época! Capa linda, revisão impecável, papel de excelente qualidade e fontes que facilitam a leitura.

Indicado para quem aprecia um romance de qualidade. Se o leitor gostar de romance ambientado na época regencial é o livro ideal. Para quem nunca leu um romance de época, mas que gosta de romances sensuais, também é indicado. Uma leitura agradável e que deixa um gostinho de quero mais... Ansiosa para ler os próximos volumes dessa série de época! E a editora Arqueiro já lançou todos os cinco volumes aqui no Brasil.

1 comentários:

Paloma Casali disse...

Simplesmente amo esse livro, amo essa série!!!!
Acabei de fazer a resenha do último livro com o coração apertado.
Sei que vou sentir muiiiiita saudade dessa série, dos personagens, da alegria que a série passava.
Muito boa a resenha

Postar um comentário

Compartilhe conosco suas ILUSÕES!

 
Copyright 2009 Ilusões Noturnas