sexta-feira, 12 de maio de 2017

Resenha: A Herdeira - Kiera Cass - Editora Seguinte

Livro

A Herdeira
Autora: Kiera Cass
Editora: Seguinte
Categoria: Distopia
ISBN: 9788565765657
392 Páginas
1ª Edição - 2015

Sinopse


Vinte anos atrás, America Singer participou da Seleção e conquistou o coração do príncipe Maxon. Agora chegou a vez da princesa Eadlyn, filha do casal. Prestes a conhecer os trinta e cinco pretendentes que irão disputar sua mão numa nova Seleção, ela não tem esperanças de viver um conto de fadas como o de seus pais… Mas assim que a competição começa, ela percebe que encontrar seu príncipe encantado talvez não seja tão impossível quanto parecia.








Depois de muito tempo voltei ao universo de "A Seleção" - como uma apaixonada por 3 primeiros livros da série e por Maxon, America, e outros personagens, escolhi "A Herdeira" para ler e posso dizer que minha expectativa e ansiedade eram grandes. Ansiava para saber como Maxon e America conduziram suas vidas e o reinado, e saber quais aventuras viriam da filha deles.





segunda-feira, 8 de maio de 2017

Resenha: Sofia - Mai Passos G - Editora Independente



Sofia
Autora: Mai Passos G
Editora: Independente
Categoria: Literatura/Romance
ISBN-13​: 9788592147709
160 Páginas
1°Edição -2016

Sinopse

Sophie nunca aceitou a morte de Sofia, a irmã mais velha. Um dia ela tinha sido acordada pelas sirenes e, no outro, presenciara o enterro da irmã. Aos seis anos de idade, teve que lidar com a dura realidade de ver sua mãe lutando todos os dias para sobreviver, e ver seu pai cada vez mais ausente. Os anos passaram-se, com ele veio o divórcio, e o que sobrara de sua família se ruíra: seu pai encontrara uma nova família; e sua mãe mantinha-se inerte em si mesma. Aos 18 anos Sophie arrumou as malas e embarcou em uma alucinante jornada atrás da única coisa que sobrara de Sofia: seu coração – agora batendo no peito de um estranho. Sophie saiu de casa no meio da noite, deixando apenas um bilhete para a mãe: “Vou atrás de Sofia, mamãe. Vou consertar essa bagunça”.








Sophie é uma garota que vive a sombra da morte da sua irmã, Sofia, que morreu em um acidente de carro há 12 anos. Negligenciada pelos pais, precisou se tornar independente​ para cuidar da sua mãe, Fernanda - uma mulher que encontrou no trabalho uma forma de esquecer a culpa pela morte precoce da sua filha mais velha aos 16 anos, o que acarretou no fim do relacionamento com Marcos, seu primeiro amor e pai das suas filhas. Macos preferiu seguir em frente sem olhar para trás, casando novamente e constituindo​ uma nova família.

terça-feira, 2 de maio de 2017

Resenha: Sissi, A Imperatriz Solitária - Allison Pataki - Editora Gutenberg

Sissi

Sissi, A Imperatriz Solitária
Autora: Allison Pataki
Editora: Gutenberg
Categoria: Romance Histórico
ISBN: 9788582354087
416 Páginas
1ª Edição - 2016

Sinopse

A “Rainha Encantada”, a mulher mais linda do mundo: a figura da Imperatriz Elisabeth da Áustria-Hungria, carinhosamente chamada de Sissi, sempre desperta fascínio e comoção por onde passa, mas sob tanto deslumbramento vive uma mulher muito mais complexa, que se sente sufocada pelo casamento turbulento e pelos rigorosos protocolos que ditam a vida na corte.

Casada com o Imperador Franz Joseph, amada e odiada por seu povo, Elisabeth é uma das mulheres mais poderosas e influentes do mundo na Viena de meados do século XIX, onde os luxuosos salões do Palácio de Hofburg fervilham não só com valsas imperiais, champanhe e assuntos de Estado, mas também com tentações, rixas e desavenças acirradas.

Espírito livre e sensível, Sissi só encontra paz quando vai para longe das intrigas palacianas e, assim, nasce uma chama que a consumirá por toda a vida: a paixão pelas viagens, que a leva para lugares remotos, onde pode cavalgar livremente e interagir com plebeus.

Mas a vida de um monarca não pertence a ele mesmo, e sempre que o dever se impõe à liberdade de escolha, Sissi é obrigada a voltar à reclusão de seu círculo social, rodeada de fofocas, inveja e tristeza. Grande parte da excelente imagem mundial da Áustria-Hungria depende do carisma de Sissi, e ela precisa fazer a sua parte para salvar o Império. Mas, no final, ela poderá salvar-se?





"Onde eu não estou, aí reside a felicidade."
Heinrich Heine, Poeta favorito de Sissi - P.111

Ao final de um livro sempre ficam algumas impressões e sentimentos; alguns deixam saudade, outros vão tarde, e têm aqueles que afundam o leitor em uma ressaca literária - esse é o caso de Sissi - A Imperatriz Solitária.


"- Minha Rainha. - Ele atravessou o hall até o primeiro degrau da escada. Andrássy sempre usava o título húngaro de "rainha", em vez do austríaco "imperatriz". Ela pertencia ao país dele. Sissi amava isso." - P. 31


Eu não conhecia a história da Sissi, e me surpreendi com a leitura. A autora Allison Pataki desenvolveu um trabalho fascinante. Ao final do livro tem o tópico "Observações da Autora sobre a História", o que tornou a experiência da leitura ainda mais incrível, pois vi que foram feitas poucas adaptações, sendo assim, as impressões que tive sobre Sissi foram todas baseadas na realidade.



 
Copyright 2009 Ilusões Noturnas