sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Resenha: Amor Sem Limites - Abbi Glines - Editora Arqueiro




Amor sem Limites
Autora: Abbi Glines
Editora: Arqueiro
Categoria: Romance
ISBN: 978-85-8041-312-0
192 Páginas
1º Edição – 2014


Sinopse


Blaire Wynn conheceu Rush Finlay num momento muito difícil da vida dela, logo depois de perder a mãe e a casa em que morava. Filho de um astro do rock, Rush vivia num mundo de luxo, sexo sem compromisso e total despreocupação com o futuro. Exatamente o oposto de tudo o que Blaire conhecia.

Mesmo com tantas diferenças, a paixão entre os dois foi arrebatadora. Porém Rush guardava um segredo de sua família que levou ao fim do namoro – e a um período de tristeza absoluta para o casal. Mas eles já não sabiam viver um sem o outro e cederam de novo àquele sentimento irresistível.

Agora Blaire está grávida, eles estão felizes e planejam se casar. Mas nem tudo está garantido. O pai de Rush chega trazendo más notícias e novamente os antigos problemas de família podem fazer com que os dois se afastem.

Último volume da trilogia Sem Limites, que já vendeu mais de 5 milhões de exemplares no mundo todo, Amor sem limites é um livro sexy que vai fazer você acreditar que para cada problema há uma solução – e, quando se trata de relacionamento, a cama é sempre um bom local para resolver conflitos.


Minhas impressões


Para quem não sabe, Amor Sem Limites não ia existir – a intenção inicial da autora era de serem somente dois livros na série Sem Limites, entretanto, os leitores e fãs foram fervorosos nos pedidos para que houvesse um pouco mais de Blaire e Rush, e, claro que, como uma mãezona que não consegue dizer “não” aos filhos, Abbi nos presenteou com mais uma leitura repleta de amor e amadurecimento.

Neste volume, vemos um casal mais maduro, mas mesmo assim, cada um ainda inseguro de certa forma e precisando lhe dar com isto, para poderem seguir em frente de forma que o passado não interfira no futuro deles juntos. Conhecemos novos personagens, que, inclusive, darão vida a futuros livros da Série Rosemary Beach. Conseguimos achar Nanette mais vaca do que antes. E somos introduzidos nas futuras estórias.

Eu tenho que dizer que em alguns momentos eu realmente fiquei com raiva de Rush, deu vontade de dar uma sacudida nele e mandar ele parar de ser tão bom coração, tão ingênuo, e, até, bobo. Mas, é impossível ficar com raiva dele por mais de 10 segundos - ele além de ser uma delícia, é um fofo (ok! Talvez “fofo” não seja exatamente o que muitas pessoas diriam sobre ele ahuhauahuahauh).

Entretanto, Blaire não deixa a desejar no quesito me deixar com uma fugaz raiva dela em determinados momentos. Eu, realmente, gostaria de entender qual a dificuldade de se falar o que está sentindo, principalmente depois de o casal já estar num nível de intimidade que não permite mais “ficar remoendo” coisas, ao invés de discuti-las.




Enfim... apesar dos meus desabafos, talvez, terem dado a impressão de que eu não gostei do livro, esta ideia está totalmente errada, pois eu gostei muito do livro, muito mesmo! Para mim o livro não é a conclusão de uma série, até mesmo porque teremos notícias de Blaire e Rush nos livros que virão. Além do mais, teremos mais um livro, em que Rush irá protagonizar contando a sua versão de como ele Blaire se apaixonaram (não vejo a hora de sair esse livro – ahh...a Editora Arqueiro já anunciou que o publicará aqui)!


“-Você parece uma gatinha de manhã – disse ele, com a voz rouca e profunda. Devia ter acabado de acordar também.
- Se você não fosse tão gostoso, eu não iria atrás de você dormindo para me esfregar em seu corpo.
Rush piscou.
- Então que bom que eu sou gostoso, porque essa sua bundinha linda não vai se esfregar em mais ninguém. Ou eu teria que matar o sujeito.
Eu amava esse homem.” – Pág. 19/20


Por falar na Editora Arqueiro, mais uma vez ela deu um show de qualidade e perfeição. Amor sem limites traz uma capa linda, uma tradução excelente, uma correção muito boa e uma diagramação impecável.

Super indico o livro, a quadrilogia Sem Limites, e lógico a série de qual ela faz parte, Rosemary Beach.

Confira as resenhas dos outros títulos da série Rosemary Beach:

Paixão Sem Limites
Tentação Sem Limites
Estranha Perfeição




4 comentários:

Bibi Santos disse...

Confesso que achei o mais fraquinho da série...

Paloma Casali disse...

Também, Bi! Achei ele bom, mas, para mim, ele está um patamar abaixo dos outros.

Bibi Santos disse...

Rush estava muito fraco sem a firmeza esperada. ..

Laganowski disse...

Boa resenha! Pelo que vejo será o livro que menos vou curtir da série! Mas quero ler todos. E louca para saber o que vou achar do livro da Nanete tb, visto que acho ela insuportável!! Rush e o amigo dele ainda são meus preferidos na série!

Postar um comentário

Compartilhe conosco suas ILUSÕES!

 
Copyright 2009 Ilusões Noturnas