domingo, 25 de junho de 2017

Resenha: Victoria e o Patife - Meg Cabot - Editora Galera Record

Resultado de imagem para capa victoria e o patife

Victoria e o Patife
Autora: Meg Cabot
Editora: Galera Record
Categoria: Romance de Época Juvenil
ISBN: 978850140174-8
256 Páginas
1ª Edição - 2017


Sinopse

Criada pelos tios na Índia, Victoria é enviada a Londres aos 16 anos a fim de conseguir um marido. Mas é na longa viagem até a Inglaterra que a jovem encontra o amor, na figura de Hugo Rothschild, o nono Conde de Malfrey. Tudo estaria ótimo se não fosse a insuportável interferência do capitão do navio, Jacob Carstairs. Por que ele não pode confiar na escolha de Victoria? Por que ele não a deixa em paz? Estaria Hugo escondendo algo?




Sabe quando dizem que ninguém é perfeito o tempo todo? Pois bem, é exatamente esse o caso de Meg/Patricia Cabot com Victoria e o Patife.

Já li todos os romances de época dela lançados no Brasil e são bem bons e divertidos; inclusive, uns 3 estão entre os melhores livros que já li. Porém, contudo, entretanto, todavia ela se superou no quesito livro chato e cansativo neste (Victoria e o Patife).

A história tinha tudo para ser excelente e com bons personagens, mas a mocinha (Victoria) é muito chata; o livro repetitivo; e faltou desenvolvimento tando dos personagens em geral, como da história em si. Eu demorei quase um mês lendo (affffsss) e nesse ínterim li 4 livros (incluindo um de 592 páginas). Só terminei a leitura em consideração à autora, pois eu ADORO os trabalhos dela, principalmente os romances de época (eu sei... essa declaração é contraditória ao que eu estou falando em relação a este livro, mas é somente um livro que destoa dos demais).

Eu entendo que o livro é tenn (juvenil) - tanto que ela assina como Meg Cabot -, porém, mesmo assim, a leitura foi arrastada. 

Mas nem tudo está perdido, confesso que teve uma parte do livro que eu gostei, até me empolguei na leitura (pena que não foi o livro todo); além de o Capitão Jacob Carstairs salvar a história protagonizando os melhores momentos e deixando o livro divertido.

A capa é super foda, apesar de merecer um conteúdo melhor.

Dica: confiram as duas resenhas a seguir para que possam ter outras visões sobre o livro (eu não gostei, mas tem quem tenha gostado e gosto é algo bem singular):



Beijosss e até a próxima!


 

2 comentários:

Gi disse...

Hummmm... fiquei curiosa, kkkk vou ler

Paloma Casali disse...

Depois venha contar o que você achou, por favor, Gi! hahahahaha

Postar um comentário

Compartilhe conosco suas ILUSÕES!

 
Copyright 2009 Ilusões Noturnas