segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Resenha: Enquanto a chuva caía - Christine M. - Editora Novo Conceito/Selo Novas Páginas




Enquanto a Chuva Caía
Autora: Christine M.
Editora: Novo conceito/Selo Novas Páginas
Categoria: Ficção
ISBN: 978-85-8163-447-0
Páginas 288
1º Edição –2014


Sinopse


Enquanto a chuva caía - Erik não procura mais a garota dos seus sonhos. Vive em busca de adrenalina e de uma razão para continuar cumprindo tarefas obscuras. Ele sabe que é muito bom no que faz e não vê nada que possa ser melhor do que os seus dias repletos de perigo. O que Erik não esperava é que sua paixão por correr riscos seria a sua ruína. Ameaçado, ele precisa fugir para o exterior e viver disfarçado de cidadão comum, trabalhando como advogado em uma grande empresa.

Marina comanda o império da família depois de seu pai ter sucumbido ao mal de Alzheimer. Precisa suportar ver os pais tombarem diante da ação implacável do tempo, enquanto ainda carrega a ferida provocada pela morte do jovem marido. Com o comando das empresas nas mãos, ela percebe que nem todas as atividades da corporação obedecem aos manuais de boa conduta.

Quando ambos se encontram, presente e passado se misturam, dando início a um mistério arrebatador que os atrai a uma paixão incontrolável. No entanto, os segredos, cedo ou tarde, virão à tona e os colocarão em lados opostos da balança.

Nenhum dos dois é inocente, mas será que eles aceitarão as verdades que tanto se empenham em esconder? É possível construir um futuro mesmo depois de descobrir que nesta história não há mocinha nem herói?






Marina é uma mulher de vinte seis anos, que já passou por muita coisa: perdeu seu marido há dois anos, após ele ter se alistado, e teve que assumir a empresa da família por conta das crises de Alzheimer que seu pai sofria, o CEO anterior.

Erik é um anti-herói, durante o dia trabalhava com advogado, e de noite como um assassino que limpava a sujeira dos criminosos. Após ter sofrido um atentado é obrigado a ter “férias” em NY, trabalhado em uma transnacional, que tem muitos segredos sujos e Erik faz questão de descobrir.

O enredo foi bem desenvolvido juntamente com a sintonia dos fatos, no entanto a construção de alguns personagens me desapontou, principalmente a personagem Marina -  uma mulher sofredora que se deixava ser manipulada e sem voz ativa sobre os seus desejos, que mesmo sabendo que havia algo errado acontecendo nada fazia -, o fato da estória envolver investigação e um pouco de mistério não cabia uma personagem tão submissa.


Outra coisa que me fez perder a vontade de concluir o livro foi o envolvimento do casal protagonista que foi sem paixão e sem emoção alguma, ao ponto de me fazer questionar: se eles gostavam um do outro ou era só uma atração carnal. A forma como a autora escreveu os pensamentos do personagem Erik foi o que mais me empolgou, principalmente porque ele mostrava o seu lado anti-herói.




O livro em si não é um livro ruim, tem um enredo envolvente e as conclusões dos capítulos são ótimas e deixa o leitor curioso. Porém, quem for ler não deve por tanta expectativa acerca dos personagens para não se decepcionar.

Recomento a sua leitura àqueles que gostam de livros policias e também para aqueles que não se importam muito com o romance entre os personagens e estão mesmo interessados em saber quem é o vilão.   




1 comentários:

Yasmim Borges disse...

Sempre desejei muito esse livro e essa é a primeira vez que vejo uma resenha não tão positiva sobre ele. Mas isso sempre acontece, espero gostar bastante do livro quando surgir a oportunidade de leitura.

http://miiheomundoliterario.blogspot.com.br/

Postar um comentário

Compartilhe conosco suas ILUSÕES!

 
Copyright 2009 Ilusões Noturnas