segunda-feira, 13 de julho de 2015

Resenha: Rush sem limites - Abbi Glines - Editora Arqueiro



Rush sem limites
Autora: Abbi Glines
Editora: Arqueiro
Categoria: Romance
ISBN: 978-85-8041-411-0
192 Páginas
1ª Edição – 2015


Sinopse

Rush merece sua reputação de bad boy. Com seus carros de luxo e sua mansão de três andares à beira-mar, o filho de um famoso astro do rock tem uma fila de garotas a seus pés. No entanto ele precisa apenas de duas pessoas para ser feliz: seu irmão postiço e melhor amigo Grant e sua meia-irmã Nan.

Até que Blaire Wynn chega à cidade em sua velha caminhonete. A beleza angelical da garota do Alabama logo chama a atenção de Rush. Mas, por causa de um segredo de família, ele decide manter distância de Blaire. Mesmo que ela precise de sua ajuda. E mesmo que ela lhe desperte sentimentos desconhecidos.

Órfã de mãe e abandonada pelo pai, Blaire está sozinha no mundo – porém Rush entende que se aproximar dela pode destruir a vida da irmã, a quem protegeu desde que eram crianças. A relação secreta entre as duas e o ódio que Nan nutre por Blaire são mais do que bons motivos para Rush manter-se afastado. Só que ele não consegue. O desejo fala mais alto.

Depois do sucesso da trilogia Sem Limites, Abbi Glines leva os leitores de volta ao início dessa história de amor. Em Rush sem limites, você entrará na mente do bad boy que já conquistou milhões de fãs mundo afora.


Minhas Impressões

Como a maioria das pessoas já sabe, eu adoro a série Rosemary Beach, e por vários motivos, sendo que os principais são: porque a Abbi Glines consegue contar estórias individuais e ao mesmo tempo a grupal, fazendo uma ligação excelente entre os personagens – dando ênfase à estória principal, mas sem deixar que o leitor perca o interesse nas estórias secundárias; e por ela escrever de uma forma tão realista.

Confesso que a minha leitura deste livro teria sido mais intensa se eu o tivesse lido logo após a Paixão sem limites, apesar de que mesmo assim eu achei este livro (Rush sem limites) mais dinâmico que o primeiro, fazendo com que eu tenha gostado mais dele.

Rush sem limites começa e termina basicamente nos mesmos pontos da estória de Paixão sem limites. Na verdade, o livro é uma releitura deste, na versão de Rush. O que é algo bem legal, uma vez que passamos a conhecer os motivos das atitudes dele com Blaire, mesmo não tendo acrescentado grandes acontecimentos à estória que já conhecíamos e tendo confirmado a obsessão e o amor de Rush por ela.


“- Você acha mesmo que eu teria tocado em Blaire se não soubesse de tudo isso? Acha que eu teria ameaçado a minha irmã por uma vagabunda qualquer? Não. Blaire não é mais uma garota para mim. Ela é a garota para mim. Ela. É. A. GAROTA.
...
- Puta que pariu – sussurrou Jace atrás de mim. – Rush Finlay não acabou de dizer o que disse.” – Pág. 137


Foi muito bom ler mais uma vez sobre a construção do amor de Rush e Blaire, como os dois abriram mão de coisas pelo outro, descobrir mais sobre o filho de um dos maiores roqueiros – que ele é muito mais que um badboy -, e ver que ambos têm problemas de verdade.





Uma coisa que eu gostei muito neste livro, foi a lição de moral que ele traz: toda estória tem mais de um lado, e a que nos contam primeiro como sendo verdadeira, nem sempre é. Achei muito bonito da parte de Rush, apesar de tudo que tinham contado à ele, e mesmo sem querer (inicialmente), ele ter ajudado Blaire e superado problemas e birras da irmã dele.

Não posso deixar de falar que a capa está suuuuuuper linda, apesar de eu achar que faltou um piercing no modelo hahahahaha Mas sério, a Editora Arqueiro está de parabéns, a edição está linda.

Enfim... quem já está lendo a série, vale a pena esta leitura, para conhecer uma versão nova da estória; e quem não está lendo, leia este livro após Paixão sem limites, certeza que vocês vão amar a leitura, assim como amarão toda a série, os personagens e as tramas.


Confira aqui as resenhas dos livros anteriores:









5 comentários:

Bibi Santos disse...

Confesso que um livro só resolveria a situação toda... Esse terceiro foi desnecessário!

Paloma Casali disse...

hahahaa realmente!!!! concordo, com você, Bi - e talvez deixasse o livro até melhor, mas já que não foi assim ahahahhaah li todos e gostei de todos ahahhaahah

Laganowski disse...

Acho bacana o outro lado da história! Isso é importante ainda mais em um livro narrado da forma como ele é narrado, Em primeira pessoa fica difícil perceber as vezes o outro lado.

Lia Christo disse...

Oi Paloma, tudo bem?
Eu adoro a escrita da Abbi Glines, e gostei de todos os livros dela que já li, mas te confesso que ainda não senti vontade de ler este. Achei desnecessário, sei lá... Mas, como toda leitora compulsiva e com tiques a respeito de série, vou comprar pois não consigo deixar uma série inacabada. hahahahaha
Bjus
Lia Christo
www.docesletras.com.br

Paloma Casali disse...

Realmente, Gabi, o livro foi bom para conhecermos o outro lado da estória. Eu gostei bastante.
Liaaaaaaaaa.... entendo, é como BIbi falou, poderia ser um livro só, mas já que são três, valem a pena serem lidos hahaahha confesso que eu adorei esse!!!!

beijos, meninas

Postar um comentário

Compartilhe conosco suas ILUSÕES!

 
Copyright 2009 Ilusões Noturnas