quarta-feira, 15 de abril de 2015

Entrevista com Patricia Bracewell - Autora de "A Rainha Normanda" - Editora Arqueiro




Estou muito muito feliz, hoje, por divulgar para vocês esta entrevista que foi feita com muito carinho e baseada na confiança da autora em mim!!!

Primeiro, quero dizer que foi uma honra entrevistar a Patricia, uma autora que passou a ser tão estimada, que se tornou com apenas um livro uma das minhas preferidas, e que me foi tão acessível e gentil comigo.

Segundo, quero agradecê-la pela entrevista, pelas fotos e pelas dicas de como organizar a estrutura "entrevista/fotos" - foram muito úteis.

E terceiro... vamos ao que interessa!!!

[[I am very very happy today to disclose to you this interview that was made with great care and based on trust the author in me!!!
First, I want to say that was an honor to interview Patricia, an author who has become so highly esteemed, which became with only one book, one of my favorites author, and I was so approachable and kind to me.
Second, I want to thank her for the interview, the photos and the tips on how to organize the structure "interview / photo" - were very helpful.
And third ... let's get to it!!!]




Patricia Bracewell nasceu em Los Angeles; passou grande parte da sua infância lendo, na maioria das vezes, romances ambientados na Inglaterra; lecionou Literatura e Redação; cantou em uma pequena banda local; trabalhou em uma livraria; conheceu seu marido (canadense) em São Francisco e tem dois filhos; publicou vários ensaios e artigos (mas ainda não estava realizada); gosta de viajar, principalmente para a Inglaterra; durante suas pesquisas e estudos conheceu a Rainha Emma, então publicou o seu primeiro livro "A Rainha Normanda" - um sucesso único!!!
[Patricia Bracewell was born in Los Angeles; spent much of her childhood reading, usually it was a novel set in England; taught Literature and Writing; sang with a small band in a local bar; worked in a bookstore; met her husband (Canadian) in San Francisco and has two sons; published a number of essays and articles (but was not carried out); like to travel, especially to England; during her research and studies met the Queen Emma, then published his first book "Shadow on the Crown" - a unique success!!!]

_________________________________________________________________________________

1.
INQuando e como você descobriu a sua vocação para ser escritora?
[When and how did you know you would be a writer?]

Patricia: Eu sabia que eu queria ser uma escritora, mesmo quando eu era uma garotinha. Mas isto não ocorreu até muitos anos depois, quando eu comecei a realmente trabalhar para ser uma escritora. Após o nascimento do meu primeiro filho, quando eu estava com trinta e poucos anos, eu comecei a escrever com um propósito. Eu estava trabalhando na escrita por 25 anos antes de me tornar uma escritora com publicação. Sucesso leva um longo tempo!
[I knew that I wanted to be a writer even when I was a little girl. But it wasn’t until many years later that I began to actually work at being a writer. After the birth of my first son, when I was in my mid-thirties, I began to write with purpose. I had been working at writing for 25 years before I became a published novelist. Success takes a long time!]


2.
IN: Você tem algum escritor que te influenciou e influencia como escritora? Quem?
[Has any writer who influenced you and influences as a writer? Who?]

Patricia: Eu acho que, provavelmente, fui influenciada por muitos escritores cujas obras eu li muitas vezes: J.R.R. Tolkien, certamente, cujo personagem do Rei Théoden, em O Senhor dos Anéis, eu acredito que foi inspirada pela histórica Rei Aethelred. Eu li os romances de Jane Austen muitas vezes, e todos os livros de Bernard Cornwell. Eu costumava ensinar Shakespeare para estudantes do ensino médio, então eu tenho certeza que ele tem sido uma influência, também.
[I think I’ve probably been influenced by many writers whose works I’ve read over and over: J.R.R.Tolkien certainly, whose character of King Theoden in Lord of the Rings, I believe was inspired by the historical King Aethelred. I’ve read Jane Austen’s novels many times, and all of Bernard Cornwell’s books. I used to teach Shakespeare to high school students, so I’m sure he has been an influence, too.


3.
IN: Você gosta de cinema? Qual seu filme preferido? Vi que você acompanha o seriado Vikings. Você começou a assistir antes ou depois dos seus livros? E por que?
[Do you like movies? What is your favorite movie? I saw that you watch the Vikings series. When did you start watch? Before or after your books? And why?]

Patricia: Sim, eu gosto de filmes. Qual é o meu filme favorito de todos os tempos? Provavelmente, “E o vento levou”, e foi gravado antes de eu nascer. Comecei a assistir The Vikings quando a série começou em 2013. “A Rainha Normanda” (Shadow on the Crown) já tinha sido publicado nos E.U.A., e a versão final do meu segundo romance, “O Preço do Sangue” (The Price of Blood), estava quase terminado. Eu comecei assistindo o seriado, porque ele conta uma história muito boa. A escrita, os figurinos e cenário são maravilhosos. Eu escrevo sobre cada episódio no meu blog, e às vezes eu reclamo quando eles contam a história de forma errada.
[Yes, I like movies. What’s my favorite movie of all time? Probably Gone With The Wind, and it was made before I was born. I began watching THE VIKINGS when the series began in 2013. Shadow on the Crown was already published in the U.S., and the final draft of my second novel, The Price of Blood, was almost finished. I watch the show it because it tells a really good story. The writing, the costumes and setting are all wonderful. I write about each episode on my blog, and sometimes I scold them when they get the history wrong.]


4.
IN: Como surgiu o amor pela Inglaterra? Na sua biografia você cita algumas viagens e a Inglaterra é um roteiro frequente.
[How as love for England started? In your biography you quote some trips and England is an usual trip.]

Patricia: Eu acho que o meu amor pela Inglaterra começou quando eu tinha uns 10 anos e eu li The Secret Garden, de F.H. Burnett, pela primeira vez. É sobre uma menina que é levada da Índia para a Inglaterra quando seus pais morrem, e isto me fez querer ver os mouros Yorkshire. Depois eu li os grandes romancistas ingleses como Dickens e Bronte, e na faculdade eu li os poetas como Wordsworth e Shelley, e eu queria ver todos os lugares sobre os quais eles escreveram. Eu me apaixonei pela Inglaterra.
[I think my love for England began when I was about 10 years old and I read The Secret Garden by F. H. Burnett for the first time. It’s about a little girl who is taken from India to England when her parents die, and it made me want to see the Yorkshire moors. Then I read the great English novelists like Dickens and Bronte, and in college I read the poets like Wordsworth and Shelley, and I wanted to see all the places that they wrote about. I fell in love with England.]


5.
IN: Tem algum personagem literário e/ou cinematográfico com o qual você se identifique? Por que?
[Have any literary and/or movie character with which you identify? Why?]

Patricia: Acho que eu me identifico com Elizabeth Bennett, de Orgulho e Preconceito, de Jane Austen, porque ela é prática, mas ainda assim um pouco romântica. E porque eu gostaria de viver em uma casa grande como Pemberley, com muitos funcionários para mantê-la arrumada.
[I suppose I identify with Elizabeth Bennett from Jane Austen’s Pride and Prejudice because she’s practical but still a bit of a romantic. And because I would like to live in a great house like Pemberley, with lots of servants to keep it tidy.]


6.
IN: Quando você está escrevendo um livro, segue alguma rotina?
[When you're writing a book, following some routine?]

Patricia: Meu melhor momento da escrita é de manhã. Minha rotina é tomar um café-da-manhã leve, preparar um bule de chá e levá-lo até o meu escritório para trabalhar até a hora do almoço, depois faço uma pausa, e ,em seguida, volto a trabalhar (com outro bule de chá), até cerca das 3h. Depois disto eu estou exausta, e é hora de preparar o jantar.
[My best writing time is in the morning. My routine is to have a light breakfast, brew a pot of tea and take it up to my office to work until lunch time, take a break, then go back to work (with another pot of tea) until about 3. By then I’m exhausted, and it’s time to cook dinner.]



(Bule / teapot)


7.
IN: Escrever um livro misturando fatos reais e ficção é muito complicado, pois você não pode fazer muitas alterações da realidade. Como é escrever livros sobre Emma da Normandia?
[Writing a book mixing real facts and fiction is very complicated because you can´t do many changes of the reality. How is write books about Emma of Normandy?]

Patricia: Um dos maiores desafios em escrever sobre Emma da Normandia foi descobrir os fatos da vida dela. Os historiadores da época não tinham interesse na vida das mulheres, por isso a data de nascimento Emma, seu papel na corte de Aethelred, sua casa, e seus relacionamentos com seus enteados é tudo conjectura da minha parte. Eu li testamentos, cartas, a Crônica Anglo-Saxã, e as teorias dos historiadores, a fim de inventar a vida de Emma. É como tentar desenhar o rosto de alguém quando tudo que você pode ver é a sua sombra.
[One of the biggest challenges in writing about Emma of Normandy was to discover the facts of her life. The historians of the time had no interest in the lives of women, so Emma’s birth date, her role in Aethelred’s court, her household, and her relationships with her step-children are all conjecture on my part. I read wills, charters, the Anglo-Saxon Chronicle, and the theories of historians in order to invent Emma’s life. It’s like trying to draw someone’s face when all you can see is her shadow.]



(Gladstone's Library, em Wales, quando ela estava pesquisando para o seu terceiro livro / Wales at Gladstone's Library, em Wales, when she was researching her third book)


8.
IN: A Rainha Emma não é frequentemente citada na história (confesso que eu a conheci quando li o seu primeiro livro, mas depois pesquisei sobre ela). Qual o motivo de você ter escolhido o período da Rainha Emma para escrever sobre?
[The Queen Emma is not often mentioned in the story (I confess that I met her when I read your first book, but then I researched about she). What is the reason you have chosen the period of Queen Emma to write about?]

Patricia: Eu estava pensando em escrever um romance histórico, mas eu ainda não tinha decidido sobre o que eu queria escrever. Aconteceu de eu ver um post na internet sobre uma rainha que se casou com dois reis diferentes da Inglaterra e que também tinha sido a mãe de dois reis da Inglaterra, mas eu nunca tinha ouvido falar dela antes. Comecei a pesquisar, e quanto mais eu aprendia sobre Emma mais fascinada eu ficava. Eu decidi que eu queria escrever um livro que faria o nome de Emma tão familiar quanto os nomes das rainhas Tudor.
[I was thinking about writing a historical novel, but I hadn’t yet decided what I wanted to write about. I happened to see a post on the internet about a queen who married two different kings of England and who had also been the mother of two kings of England, but I’d never heard of her before. I began to research, and the more I learned about Emma the more fascinated I became. I decided that I wanted to write a book that would make Emma’s name just as familiar as the Tudor queens.]


9.
IN: Nos seus livros, você tem algum personagem preferido? Por quê?
[In your books, do you have a favorite character? Who is?]

Patricia: Minha personagem favorita é Emma, porque ela é forte e sábia, e um pouco astuta. Minha segunda personagem favorita é Elgiva, que também é forte e sagaz, mas não tão sábia ou generosa.
[My favorite character is Emma, because she is strong and wise, and a little bit shrewd. My second favorite character is Elgiva, who is also strong and shrewd, but not so wise or generous.]


10.
IN: Se você pudesse mudar a história de Emma, o que você mudaria? (Eu queria que o rei Æthelred II morresse no 2º livro).
[I If you could change the Emma´s story, what would you change? (I would want the King´s death on the second book).]

Patricia: Acho que eu iria querer que Emma se casasse com um rei sábio e amoroso, que poderia proteger sua família e seu reino do mal. Mas as melhores histórias não são sobre pessoas cujas vidas são fáceis, mas sobre personagens que são confrontados com catástrofes e têm que fazer escolhas difíceis. É por isto que a real história de Emma é tão interessante.
[I suppose I would want Emma to be married to a king who was wise and loving, and who could protect his family and his kingdom from harm. But the best stories are not about people whose lives go smoothly, but about characters who are faced with disaster and have to make difficult choices. That’s why Emma’s real life is so interesting.]


11.
IN: Você está escrevendo o terceiro livro da série Emma da Normandia. Você pode nos contar algo sobre ele? E você já tem ideia para um futuro livro? Vai continuar na linha dos históricos?
[You are writing the third book from the series Emma of Normandy. Can you tell us something about it? And you already have an idea for a future book? Will continue in the historical line?]

Patricia: O terceiro livro abrange um tempo na Inglaterra que foi desastroso para a família real. Essa história é uma série de batalhas e mortes, uma após a outra. Meu objetivo é encontrar a história de Emma e a história de Elgiva durante este tempo. Onde elas estavam? O que elas estavam fazendo? O que elas pensavam e sentiam sobre o caos acontecendo ao redor delas, e quais decisões terríveis que elas enfrentaram? Eu quero que ele seja ainda mais emocionante do que os meus dois primeiros livros. Quanto ao que eu escreverei depois disso, eu estou muito focada na história de Emma agora, para a pensar sobre isto.
[The third book covers a time in England that was disastrous for the royal family. That history is a series of battles and deaths, one after the other. My goal is to find Emma’s story and Elgiva’s story during this time. Where were they? What were they doing? What did they think and feel about the chaos going on around them, and what terrible decisions did they face? I want it to be even more exciting than my first two books. As for what I write after that, I’m too focused on Emma’s story just now to be thinking about it.]


12.
IN: Seu livro A Rainha Normanda está fazendo grande sucesso no Brasil. Como você se sente em ver a sua escrita alcançando leitores de todos os lugares do mundo?
[Your book Shadow on the Crown is a big succeful in Brazil. How do you feel to see your writing reaching readers from all over the world?]

Patricia: Estou muito feliz por a história de Emma estar chegando aos leitores de todo o mundo. Meu objetivo desde o início era informar as pessoas sobre Emma da Normandia, pois é muito perturbador para mim que tão poucas pessoas saibam quem ela foi.
[I am overjoyed at having Emma’s story reach readers all over the world. It was my goal right from the start to tell people about Emma of Normandy because it’s so upsetting to me that so few people know who she was.]


13.
IN: Como é o seu contato com os seus leitores? Eles te influenciam de alguma forma?
[How is your contact with your readers? They influence you in any way?]

Patricia: Eu adoro ouvir dos leitores, e eu particularmente adoro falar com grupos de livros sobre Emma e sua história. Eu acho que a maior influência que meus leitores têm sobre mim são os comentários que me incentivam, especialmente nos dias em que a escrita está indo mal.
[I love hearing from readers, and I especially love talking with book groups about Emma and her story. I think that the biggest influence my readers have on me is that their comments encourage me, especially on the days when the writing is going badly.]



(Grupo de leitoras que pediram para Patricia se juntar à elas para discutirem “A Rainha Normanda” / book group who asked her to join them when they discussed Shadow on the Crown)


14.
IN: Que tipo de influência você quer ser e quer que os seus livros sejam para os seus leitores?
[What kind of influence do you want to be and want your books have for your readers?]

Patricia: Espero que os leitores passem a ter um pouco mais de familiaridade com o período Anglo-Saxão da história Inglesa. Eu também espero que eles fechem o livro com a satisfação que a leitura traz, de uma história emocionante sobre homens e mulheres que não eram muito diferentes das pessoas de hoje. Mais importante ainda, espero que os leitores compreendam que algumas mulheres cujas vidas não têm registro histórico, no entanto, tiveram impactos significativos na história. Emma da Normandia foi uma delas.
[I hope that readers will become a bit more familiar with the Anglo-Saxon period of English history. I also hope that they will close the book with the satisfaction that comes from reading an exciting story about men and women who were not so very different from people today. Most importantly, I hope that readers will come away with an understanding that women whose lives often went unrecorded nevertheless had a significant impact on history. Emma of Normandy was one of them.]


15.
IN: O que você está lendo atualmente? Está gostando?
[What you're reading now? Are you enjoying?]

Patricia: Eu comecei a ler um novo livro, The Buried Giant, de Kazuo Ishiguro. A história se passa na Grã-Bretanha depois da época do Rei Arthur, e é um conto de amor, vingança e guerra. Até agora, ele parece um conto de fadas. Eu gostaria de botar meu trabalho de lado, me aconchegar e lê-lo, mas eu não posso.
[I have just started reading a brand new book called The Buried Giant by Kazuo Ishiguro.The story takes place in Britain after the time of King Arthur. , and it’s a tale of love, vengeance and war. So far, it reads like a fairy tale. I wish I could set all my work aside to curl up and read it, but I can’t.]

  
16.
IN: Quantos livros você tem (uma média)? Como você guarda os eles?
[How many book do you have (average)? How do you keep them?]

Patricia: Eu possuo mais de 100 livros de pesquisa, e eu tenho centenas de romances que eu li ao longo dos anos. Eu tenho estantes no meu escritório, no quarto de hóspedes, no corredor do lado de fora da cozinha - por toda a casa, na verdade.
[I own over 100 research books, and I have hundreds of novels that I’ve read over the years. I have bookshelves in my office, in the spare bedroom, in the hallway outside the kitchen – all over the house, really.]



(Estantes de livros de Patricia Bracewell / Patricia´s bookshelves)


17.
IN: Se defina em 5 palavras.
[Tell us 5 words that define you.]

Patricia: Escritora. Leitora. Esposa. Mãe. Estudiosa.
[Writer. Reader. Wife. Mom. Scholar.]


18.
IN: Sua frase “Nós somos muitas vezes atraídos para o que não temos, eu suponho.”, é algo muito real. Creio que isto é o que nos motiva a sonhar. Você tem algum sonho? Pode nos contar?
[Your phrase " We’re often drawn to what we don’t have, I suppose.", this is something very real.I believe this is what motivates us to dream. I believe this is what motivates us to dream. Do you have any dreams? Can you tell us?]

Patricia: Durante muito tempo o meu sonho foi escrever um livro, e é muito gratificante que eu tenha tornado esse sonho realidade. Agora eu sonho em ter tempo livre para viajar para lugares que eu nunca vi (como o Brasil!), mas eu estou muito ocupada escrevendo livros!
[For a long time my dream was to write a book, and it’s very gratifying that I’ve made that dream come true. Now I dream about having the leisure time to travel to places I’ve never seen, (like Brazil!) but I’m too busy writing books!]


19.
IN: O que você achou da resenha de “A Rainha Normanda”, feita pela equipe do IN?
[What did you think of the review Shadow on the Crown, made ​​by the IN staff?]

Patricia: Eu acho que a resenha foi bastante perspicaz. A descrição de Emma como uma estranha em uma terra estranha, sobrecarregada com dificuldades e segredos foi muito precisa. E eu gostei da descrição do Rei Aethelred como paranoico. Isso é exatamente o que eu estava tentando mostrar. É muito difícil escrever uma resenha que dá informações suficientes sobre o livro para intrigar os leitores, mas não revela muito. O pessoal fez um bom trabalho! Obrigada!
[I think the review was quite perceptive. The description of Emma as a stranger in a strange land, burdened with difficulties and secrets was very accurate. And I liked the description of King Aethelred as paranoid. That’s exactly what I was trying to show. It’s very difficult to write a review that gives enough information about the book to intrigue readers, but does not give too much away. The IN staff did a fine job! Thank you!]


20.
IN: Você tem algum recado para os seus leitores brasileiros?
[Do you have any message for your Brazilians readers?]

Patricia: Quero agradecer aos meus leitores brasileiros por abraçar a Rainha Emma, e para a Editora Arqueiro por publicar Shadow on the Crown (A Rainha Emma). É uma sensação maravilhosa e comovente saber que a história de Emma tem viajado para tão longe.
[I want to say thank you to my Brazilian readers for embracing Queen Emma, and to Editora Arqueiro for publishing Shadow on the Crown. It is a marvelous and heart-warming feeling to know that Emma’s story has traveled so far.]


21.
IN: Você tem alguma frase que seja um guia/lema da sua vida?
[Do you have a phrase that is a guide/ lemma for your life?]

Patricia: “Nós temos duas vidas: uma que nos foi dada, e a outra que nós fazemos.”, da música ‘The Hard Way’, de Mary Chapin Carpenter.
["We've got two lives: one we're given and the other one we make." from Mary Chapin Carpenter's song 'The Hard Way'.]
_________________________________________________________________________________________

Patricia, thank you for the interview, and especially for giving me a wonderful and special reading!!!

Congratulations for your book, and for the person you are!

I wish you much success! I know that your books are tools for trips of many people!

[Patricia, muito obrigada pela entrevista, e, principalmente, por me proporcionar uma leitura maravilhosa e especial!!!
Parabéns pelo seu livro, e pela pessoa que você é!
Te desejo muito sucesso! Sei que os seus livros serão instrumentos para viagens de muitas pessoas!]
_________________________________________________________________________________________


Espero que vocês tenham gostado da entrevista, pois eu adorei fazê-la!!!
[I hope you´ve enjoyed the interview, because I loved doing it!!!]

Confira a resenha de A Rainha Normanda.
[Check out the review of Shadow on the Crown.]

Livros da Patricia já publicados:
[Patricia´s books already published:]












Vocês também podem seguir o site da Patricia Bracewell!
[You can follow the Patricia´s site.]


Beijos,
(Xoxo)

Paloma Casali 



3 comentários:

Laganowski disse...

Parabéns Paloma pela maravilhosa entrevista!!! Adorei a entrevista dada pela Patricia! Que pessoa maravilhosa e carismática!!! Que venham muitos livros dela!

Lia Christo disse...

Parabéns lindona por esta entrevista!
Ficou show. Eu ainda não li A Rainha Normanda, mas ele já está na minha lista.
Gostei muito de conhecer a autora e de perceber que ela é bem perspicaz e simpática.
Bjus
Lia Christo
www.docesletras.com.br

Maria do Carmo Pires disse...

Parabéns pela entrevista!
Estou lendo o livro A Rainha Normanda e estou amando a leitura!!

Postar um comentário

Compartilhe conosco suas ILUSÕES!

 
Copyright 2009 Ilusões Noturnas