quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Resenha: As Regras da Sedução - Madeline Hunter - Editora Arqueiro



As Regras da Sedução
Autora: Madeline Hunter
Editora: Arqueiro
Categoria: Romance de Época 
ISBN: 978-85-8041-141-6 
272 Páginas 
1º Edição – 2014


Sinopse


Lorde Hayden Rothwell chega à casa de Alexia Welbourne sem aviso e sem ser convidado – um homem poderoso e sedutor, movido por interesses obscuros. Sua visita anuncia a ruína financeira da família de Alexia e o fim das esperanças da jovem de um dia conseguir um bom casamento. Para se sustentar, a moça recebe a proposta de ser dama de companhia de Lady Henrietta Wallingford e preceptora de sua filha. O problema é que a oferta vem do sobrinho de Henrietta, ninguém menos que lorde Hayden.

Morando na casa da tia de Rothwell, Alexia descobre que a proximidade com o homem que destruiu sua família pode ser perigosamente irresistível. Num gesto impensado, ela se entrega a ele, e ambos se veem obrigados a se casar. O que Alexia não sabe é que os atos aparentemente arrogantes de seu belo e sensual marido são motivados por uma dívida de honra que pode levá-lo a sacrificar tudo.

Com tantas mágoas e segredos entre eles, o casal tem tudo para se manter afastado. Mas Hayden é um homem apaixonante e Alexia, a tentação que o faz perder a cabeça. Morando sob o mesmo teto, eles acabam se aproximando e, juntos, vão descobrir um jogo de sedução em que cada um faz as próprias regras.


Minhas Impressões


“As Regras da Sedução” da autora Madeline Hunter é o primeiro volume de uma série de romances de época intitulada “Os Rothwells”. Com narrativa em 3º pessoa a história se passa em Londres, no período da regência. 

Lady Alexia Welbourne é a nossa heroína. Uma moça jovem, mas que já não tem mais esperança de se casar devido a suas condições sociais, extremamente prática, realista, prendada e corajosa. Alexia fala o que pensa e não tem medo de recriminações. Após a morte de seus pais ela foi acolhida por seus primos, a família Longworth, pois era uma moça solteira, sem fortuna alguma e sem teto. 

Alexia vivia razoavelmente bem com seus primos e até chegou a se apaixonar por um deles, Benjamin, o mais velhos dos irmãos Longworth. Mas seus sonhos de se casar foram destruídos com a morte prematura de Ben em uma batalha. 

E a situação de Alexia novamente irá mudar para pior com a chegada de Lorde Hayden Rothwell na casa da família Longworth. Hayden, irmão mais novo do Marquês de Easterbrook, chega com a notícia de que Timothy Longworth está falido. E a culpa desta falência é do Lorde Hayden que retirou todo o dinheiro de sua família do banco dos Longworth. 

A verdade não é bem essa, mas é a história que Timothy conta para suas irmãs, prima e para a sociedade. Hayden se vê obrigado a sustentar tal mentira devido a uma dívida de honra que ele tinha com seu amigo de longa data, o falecido Benjamin. Por conta disso Hayden passa a ser visto como vilão por Lady Alexia e pelas irmãs de Timothy, as Ladies Roselyn e Irene. 

Hayden se vê constrangido com a situação humilhante de Lady Alexia, que é praticamente abandonada ao se tornar um peso para a falida família Longworth. Para ajudar Alexia ele oferece-lhe o emprego de dama de companhia de sua tia e de preceptora de sua prima. Alexia acaba aceitando o emprego, mesmo sentindo tanta raiva de Hayden, porque ela é bastante pé no chão e sabe que precisa de um emprego digno, um salário e um lar para manter o pouco que resta de sua dignidade. 

Lorde Hayden é visto pela sociedade como um homem calculista, determinado e frio, mas que goza de boa posição social e um homem também muito organizado e honrado. Por ser reservado poucos conhecem Hayden na intimidade. E na intimidade conhecemos um homem justo, preocupado com o próximo, inteligente, honesto, cavalheiro e doce. 

Por conta do trabalho de Alexia acontecem alguns encontros entre ela e Hayden. Nas conversas entre os dois há sempre presente muita tensão devido ao rancor e a corajem de Alexia. Mas graças a esses encontros casuais que Hayden e Alexia acabam descobrindo mais do que apenas rancor e estranhamento... Descobrem o quanto a relação entre eles pode ser prazerosa e sensual. 

O honrado Lorde Hayden acaba surpreendendo-se e propondo casamento para Alexia. Por conta de normas sociais e também alguns outros sentimentos Alexia aceita se casar com Hayden, o homem que destruiu a família Longworth e de quem ela tem tanto rancor. 

Desse ponto em diante acompanhamos o dia à dia do casal e também o desvendar de alguns segredos e atos de má fé. Torcemos muito pela descoberta do amor entre Hayden e Alexia. As cenas de amor do casal são recheadas de momentos sensuais, quentes, românticos e doces. 

Um final surpreendente, que eu não esperava, completa esse romance sensacional! A autora dosa desde o início romance, humor e suspense! Não existem pontas soltas, a trama é bem contada e amarrada. O leitor se encanta do início ao fim do livro! 

Um livro indicado para quem quer sonhar! A narrativa explora e descreve bem os tabus e os hábitos da época e fica fácil visualizar as cenas narradas. Quem gosta de um romance de época quente, doce e bem descrito vai encontrar tudo isso e mais um pouco lendo “As Regras da Sedução”. 

Os personagens são todos bem descritos e bem construídos. Personagens que aqui nesse livro são secundários serão principais nos próximos livros da série! E eu adianto que me encantei por Christian, o famoso Marquês de Easterbrook, que em nenhum momento se comporta de forma tradicional para época. E também gostei demais da melhor amiga de Alexia, a excêntrica Phaedra Blair! Essa apresentação superficial destes personagens me deixou muito curiosa e louca para ler os próximos livros da série! 

A Editora Arqueiro caprichou na apresentação e revisão da obra aqui no Brasil! Está impecável!!!


“- Não vamos falar sobre isso agora - disse ele.
- Não posso ordenar seu perdão, mas quando eu
a beijar, não quero sua amargura entre nós. Quero
que deixe os Longworths do lado de fora da porta
quando você e eu nos encontramos na cama.” - Página 148

1 comentários:

Paloma Casali disse...

Amo essa serie!!!!
A resenha ficou ótima Gabi!

Postar um comentário

Compartilhe conosco suas ILUSÕES!

 
Copyright 2009 Ilusões Noturnas