segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Resenha: Tentação ao Pôr do Sol - Lisa Kleypas - Editora Arqueiro




Tentação ao Pôr do Sol
Autora: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Categoria: Romance de época
ISBN: 978-85-8041-234-5
272 Páginas
1º Edição – 2014


Sinopse


Poppy Hathaway está em Londres para sua terceira temporada de eventos sociais. Como nos dois anos anteriores, ela se hospedou com a família no hotel Rutledge. E, como nos dois anos anteriores, tudo indica que retornará a Hampshire sem ter encontrado um pretendente com quem se casar.

Apesar de ser extremamente bonita e gentil, Poppy tem duas grandes desvantagens em relação às outras moças: sua inteligência deixa muitos homens acuados e o fato de vir de uma família tão pouco convencional faz com que os melhores partidos nem sequer a abordem.

Mas o destino a coloca no caminho de Harry Rutledge, um homem de passado triste, que venceu na vida por conta própria e aprendeu a encarar tudo como um negócio. O dono do hotel não ama ninguém, confia em poucos e manipula todos. Porém, mesmo sendo tudo o que Poppy nunca almejou, ela não pode negar o fascínio que sente por ele.

Quando Harry conhece Poppy, é tomado pelo desejo. Ele imediatamente tem a certeza de que a jovem será sua – e, para o bem ou para o mal, não mede esforços para que isso aconteça.

Mas fascínio e desejo não serão suficientes para construir sua história, sobretudo quando uma traição põe em jogo as bases do relacionamento. Agora, é entre quatro paredes que eles tentarão resolver problemas e anular diferenças, num romance sensual em que seu futuro juntos pode mudar a cada toque, cada encontro, cada descoberta.



Minhas impressões


Tentação ao Pôr do Sol é o terceiro livro da série de romance de época Os Hathaways, essa família meio maluquinha, diferente de tudo que já vimos, mas que enche nossos corações de amor e alegria quando lemos suas aventuras. E, para mim, com certeza, o livro fez jus aos dois primeiros volumes.

Neste livro passamos a conhecer melhor Poppy, umas das irmãs Hathaway - uma mulher linda, que nasceu para ser esposa de alguém que a mereça verdadeiramente. E que apesar de viver rodeada pela família, ela se sente insegura e solitária, mas mesmo assim cria laços de afeições com as pessoas muito fácil, e é muito “sensível e dedicada àqueles que ama” (pág. 223); ela precisa ser amada, precisa de alguém que a faça se sentir segura e completa.

Também somos apresentado à Harry Rutledge, dono do luxuoso Hotel Rutledge. Um homem misterioso, fechado, “excêntrico, determinado, manipulador, exigente” (pág. 31), que compreende a natureza humana de uma forma peculiar. Um homem que quando quer algo, não mede esforços para ter. Além de ser, lindo e super charmoso.


“- Então o Sr. Rutledge não é um velho decrépito? – perguntou Beatrix com tom desapontado.
- Céus, não.
- Como ele é?
- Bonito, na verdade. É muito alto e...
- Tão alto quanto Merripen?
...
- Ninguém é tão alto quanto Merripen – declarou Poppy. – Mas o Sr. Rutledge é bem alto e tem cabelos escuros e olhos verdes penetrantes...
Seu estômago deu um salto inesperado com essa lembrança.
- Gostou dele? 
Poppy hesitou.
- O Sr. Rutledge é... inquietante. Encantador, sim, mas tive a sensação de que ele é capaz de praticamente qualquer coisa. É como um anjo de um poema de William Blake.” – Pág. 43/44.


Lisa é especialista em criar personagens problemáticos, que estão mais para anti-heróis do que para príncipes e nos fazer ficar apaixonadas por eles.

Eu particularmente amo estórias em que o casal amadurece juntos, em que o amor é construído – e, em Tentação ao Pôr do Sol, podemos ver isto acontecer, mesmo que o início do relacionamento tenha sido conturbado.





O livro é uma benção pros adoradores dos Hathaways (como eu), pois ele traz todos os integrantes da família, com diálogos inteligentes e sarcásticos, com um humor excepcional. Eu amo a forma como a Lisa torna todos os personagens presentes e essenciais independente se são os principais da estória do livro ou não, e nos atualiza das suas vidas.

Enfim...super indico esse livro, super indico esta série – tenho certeza de que quem gosta de um bom romance de época, com romance, drama, aventura, e mais, irá se deliciar com a família Hathaways, e com Harry e Poppy, que são um casal improvável, mas que são perfeitos juntos.


“- Poppy... você...
Harry teve que fazer uma pausa, como se fizesse um grande esforço para falar em um idioma estrangeiro.
...
Rutledge conseguiu transformar os pensamentos em palavras.
- Está começando a gostar de mim, Poppy?
- Não - respondeu ela com firmeza.
Mas isso não serviu para demovê-lo. Harry inclinou o rosto para o dela, os lábios entreabrindo-se ao tocar sua face num quase beijo.
- Nem um pouquinho? – sussurrou.
- Nem um pouquinho.
...
- Por que não admite?
...
- Por que, se eu admitir, você vai fugir de mim.
- Eu jamais fugiria de você.
- Sim, fugiria. Você se afastaria e me isolaria, porque ainda não está pronto para assumir esse risco.
...
- Fale – insistiu ele, com ternura, mas com um ar predador. – Quero ouvir, saber como é.
- Não, você não quer.
...
- Vou fazer você falar – avisou Harry, a boca sensual cobrindo a dela, a mão tocando os fechos do corpete do vestido.
Poppy não conseguiu controlar um arrepio ao pensar no que aconteceria a seguir.” – Pág. 234/235


Confira aqui as resenhas dos dois primeiros livros:





5 comentários:

Gih Pinheiro disse...

Ai, estou cada dia mais encantada por essa série. Ainda não li nenhum livro, mas estou desesperada para começar! Adoei sua resenha, escolheu partes perfeitas para colocar aqui!!! Me deixou ainda com mais vontade de ler!!!
Beijos

http://www.gkastmaker.blogspot.com.br/

Paloma Casali disse...

Leiaaa logo então! Se vc já está encantada só pelas resenhas, quando ler os livros vai ficar enlouquececida de amor!!!!
essa serie é muito boooa msm!!!!
Beijosss

Bibi Santos disse...

Sou suspeita com esse livro, pq sou fã dele... um dos melhores para mim!

Laganowski disse...

Amo essa série! Amo os livros da Lisa! O jeito que mescla época antiga, cultura cigana... E os homens dessa série são maravilhosos! Doida para conhecer sua opinião de Leo!

Biazinha disse...

Eu amo demais essa série e não consigo escolher um favorito,todos são tao incrivéis,mas a Poppy é muito divertida e o Rutledge é tão perfeito para ela.... e saber mais dos demais integrantes da família é mais do que bônus...

Deu saudade da Poppy !!! Pena que a série acabou.... acho que é hora de reler.

bjsss

Apaixonadas por Livros

Postar um comentário

Compartilhe conosco suas ILUSÕES!

 
Copyright 2009 Ilusões Noturnas