quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Resenha: Bem-casados - Nora Roberts - Editora Arqueiro




Bem-casados
Autora: Nora Roberts
Editora: Arqueiro
Categoria: Romance
ISBN: 978-85-8041-305-2
288 Páginas
1º Edição – 2014


Sinopse


Bem-casados, terceiro livro da série Quarteto de Noivas, é uma linda história sobre a doçura do amor. Quando terminar de lê-lo, você terá certeza de que os sonhos podem se realizar das formas mais inesperadas.

Parker, Mac, Emma e Laurel, amigas de infância, ganham a vida realizando o sonho de inúmeros casais apaixonados. As quatro são proprietárias da Votos, uma empresa de organização de casamentos.

Após ter trilhado um caminho muito duro para conseguir ser alguém na vida, Laurel McBane se tornou a criadora dos bolos e quitutes mais lindos e saborosos do estado. Ela preza sua independência acima de tudo e não aceita que ninguém interfira em suas decisões. Talvez por isso, apesar do sucesso profissional, ainda não tenha se entregado ao amor.

Apaixonada desde sempre por Delaney Brown, irmão de Parker, ela nunca teve coragem de revelar seus sentimentos. Afinal, sabe que é como uma irmã para ele.

Advogado da Votos, Del se sente responsável por cuidar não só dos assuntos burocráticos da empresa, mas também do bem-estar das quatro sócias. Porém, sua postura paternalista e superprotetora começa a gerar desentendimentos entre ele e Laurel.

Mas essas diferenças de opinião também fazem ferver uma química que vinha cozinhando em fogo brando havia muito tempo, acendendo uma faísca que eles não sabem se conseguirão – ou se querem – conter.

Agora Laurel e Del precisarão conciliar suas convicções e personalidades para que o orgulho não fale mais alto que a paixão. 



Minhas impressões


Como nos dois primeiros volumes da série Quarteto de Noivas, Nora Robert deu um show de escrita em Bem-casados. E a Editora Arqueiro, mais uma vez, nos deixou felizes com as suas publicações caprichosas e livros que fazem os nossos corações baterem mais fortes.

Bem-casados é uma estória de amor fofa, e nos dá ânimo para lutar por aquele amor verdadeiro, porém platônico ahahahahaha (todo mundo já teve um amor platônico, resta saber se era verdadeiro a ponto de merecer que lutássemos por ele).

Laurel é a doceira da VOTOS. Uma batalhadora que desde cedo trabalhou para se livrar do estigma que os problemas familiares deixou; lutou para conseguir a sua independência e realizar os seus sonhos. Entretanto, devido a isto ela deixou de lado a vida amorosa, e acabou nutrindo sentimentos platônicos por Delaney Brown. Nem para as melhores amigas ela teve coragem de revelar os seus sentimentos, ou de lutar por eles, e isto ocorreu principalmente por medo da reação delas (as amigas) e dele (Del).








Del é lindo, preocupado, protetor, trabalhador, e diversas outras qualidades que se descobre com a leitura deste livro, e dos demais da série. Ele é o irmão de Parker, e por isto considera as meninas (Laurel, Emma, e Mac) também como suas irmãs – acha que é dever dele cuidar de todas, além disso ele é o advogado da VOTOS, ou seja está sempre envolvido em tudo que as meninas dele se metem.





Entretanto, o protecionismo de Del irrita Laurel (na maioria das vezes), mas mesmo assim ele não muda ahhahahahah ele se sente responsável pelas quatro garotas, e, por isto, acaba dando palpite e se metendo nas vidas e nas decisões delas, entretanto com Laurel esse senso de responsabilidade se mostra mais intenso, o que ela não gosta - e sabe como é: uma hora o copo transborda, pode ser por causa de uma gotinha só, mas isso acaba acontecendo - e determinado dia Laurel estoura, se irrita e acaba revelando seus sentimentos para Del.


“- Sabemos demais sobre o passado amoroso um do outro. Isso pode ser perigoso.
- Não vou usar o seu contra você, se não usar o meu contra mim.
- Justo e razoável – concluiu ela. – Sabe, as pessoas estão se perguntando o que estamos fazendo, o que há entre nós.
- Que pessoas?
- Aqui, esta noite. Pessoas que você conhece. – Ela apontou levemente com a cabeça para uma mesa em que três mulheres fingiam não estar falando sobre eles. – E pessoas que me conhecem.
- Isso a incomoda?
- Não. Não muito. Talvez um pouco. - Ela deu de ombros e se concentrou em sua salada. – Isso é natural, sobretudo quando um de nós é um Brown.
- É natural porque estou sentado aqui com a mulher mais bonita do salão.
- Boa. Essa foi muito boa. Uma resposta-padrão bem popular.
Del pôs a mão sobre a dela na mesa.
- Sei para quem estou olhando.
Encantada, Laurel virou a mão para entrelaçar os dedos nos dele.
- Obrigada.
Que pensem o que quiserem, disse a si mesma. Ela tinha o que sempre quisera bem ali." – Págs. 179/180


Confesso que achei que haveria muito mais drama em torno da construção do relacionamento deles, mas o livro me surpreendeu e mostrou que onde pensamos que pode haver mais problemas é onde as coisas acontecem mais facilmente - talvez isto não tenha deixado o livro no mesmo patamar de emoções dos outros dois primeiros romances da série, mas mesmo Bem-Casados é uma boa leitura.

Adorei ver como ambos, Del e Laurel, se dedicaram para que o relacionamento desse certo, enfrentaram seus próprios problemas, e tentaram entender o outro.




Na minha resenha do livro Mar de Rosas - livro 2, eu postei uma música que me lembrou muito o casal do livro, e achei impossível não postá-la novamente para Laurel e Parker, mesmo achando que ela é primeiro de Emma e Jack.




Gostei muito do livro, e como todos sabem, eu adoooro essa série – super indico – e, além de amar ver como os casais são felizes, o que eu mais gosto nessa série é a amizade das quatro meninas – as meninas de Del.

Não posso deixar de dizer que estou super mega ultra ansiosa para ler o último livro, Felizes para sempre - livro 4 - Editora Arqueiro.
[Eu iria amar se tivesse um quinto livro para podermos nos deliciar mais um pouco com essas quatro personagens que irão fazer muita falta.]


4 comentários:

Biazinha disse...

Eu também amo essa série,e eu achei que esse foi o livro mais superficial em termos de emoções,o romance acontece muito rápido,mas acho que isso se dá por eles se conhecerem a vida toda,já sabiam muito um do outro.

ler essa série é mesmo uma delícia,a amizade das 4 meninas é inspiradora e acho que a música que você escolheu é perfeita para todos os casais.

Ótima resenha,dá até vontade de reler os livros!!!

bjsss

Apaixonadas por Livros

Paloma Casali disse...

Obrigada, Bia!
Essa serie é otima, realmente! E mesmo esse livro tendo sido mais supreficial...foi legal tb. Como eu disse não atingiu o nível dos outros dois... mas talvez se tivesse muito drama a gente não tivesse gostado do mesmo jeito ahhahahaha
beijos

Lia Christo disse...

Oi Paloma, eu gosto demais desta série, mas este livro foi o mais morno pra mim.
Depois de ler o livro de Emma e Jack, este livro ficou meio insípido sei lá. Talvez eu que estivesse com muitas expectativas, já que do primeiro para o segundo a história melhora muito... Eu gostei do livro, pois adoro todos os personagens, mas esperava mais de Laurel e Del.
Ótima resenha como sempre.
Bjus
Lia Christo
www.docesletras.com.br

Paloma Casali disse...

Liaaa...isso aconteceu com todo mundo. É um livro fofo...mas não ficou no mesmo nível doa outros não.
Talvez se ele tivesse sifo o primeiro, nós não tivéssemos ficado com essa imagem!
Vamos esperar o Felizes para sempre...que to cheia de expectativa! !!!
obrigada!
Beijosssss

Postar um comentário

Compartilhe conosco suas ILUSÕES!

 
Copyright 2009 Ilusões Noturnas